O cineasta Manoel de Oliveira é hoje transferido para a unidade de cuidados intermédios de cardiologia e deve ter "alta clínica para breve", disse fonte do centro hospitalar Gaia/Espinho.

"Apesar da idade avançada e das comorbilidades que condicionam o prognóstico, neste momento, encontra-se bem-disposto e clinicamente estável, sendo previsível a alta clínica para breve", refere um comunicado do centro hospitalar.

O cineasta deu entrada naquela unidade hospitalar na sexta-feira e apresentava, na altura, "sinais de dificuldade respiratória grave que, entretanto, foram sendo corrigidos com medidas instituídas urgentes na Unidade de Cuidados Intensivos Cardíacos".