Tudo terá começado com uma ida a um bar, em Redwood City. nos EUA. Um dos engenheiros da Apple ter-se-á esquecido do protótipo do novo telefone no bar e, quem o encontrou, percebeu de imediato o valor do achado.

Depois de ter tentado, em vão, contactar a Apple, o felizardo entrou em contacto com um dos mais populares sites de informação tecnológica e gadgets, o Gizmodo, que aceitou, de pronto, pagar cerca de 3,7 mil euros para ficar com o achado.

O prótipo, entretanto bloqueado remotamente pela Apple foi fotografado e o seu hardware passado a pente fino pelos especialistas da Gizmodo. O software, por ter sido bloqueado, mantém-se, assim, em segredo.

A prova de que se trata, de facto, de um protótipo do novo iPhone está no facto de a Apple ter, posteriormente, entrado em contacto com a Gizmodo exigindo a devolução do aparelho. 

Semanas anteriores: