Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Zâmbia: Governo expulsa padre católico por alegada incitação à revolta

Lusa

  • 333

Lusaka, 02 ago (Lusa) - A Zâmbia expulsou um padre católico ruandês por alegada incitação à revolta durante uma prédica em que destacou que os pobres estão cada vez mais pobres, enquanto os ricos ficam mais ricos.

"Um padre ruandês da paroquia de Lundazi, Viateur Banyangandora, de 40 anos, foi deportado para o seu país de origem por violar as leis deste país", anunciou em comunicado o ministro dos Negócios Estrangeiros zambiano, Edgar Lungu.

Um paroquiano de Lundazi, uma cidade no leste do país a 850 quilómetros de Lusaka, a capital, e perto da fronteira com o Malaui, confirmou à AFP, em contacto telefónico, as declarações do padre.