Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Xanana Gusmão quer uma CPLP com um "cariz mais económico" que cultural

Lusa

  • 333

Díli, 04 out (Lusa) - O primeiro-ministro de Timor-Leste, Xanana Gusmão, afirmou hoje que a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) é incapaz de ir além de questões como a história ou a língua, reclamando um "cariz mais económico" para a organização.

"Dizemos que há um cordão umbilical linguístico entre nós, mas cada um só olha para a ponta dos seus sapatos", disse à Lusa Xanana Gusmão, que reclama um "plano estratégico para desenvolver parcerias estratégicas entre os membros" lusófonos.

"Nós juntamo-nos para falar sobre convenções da CPLP, sobre isto ou sobre aquilo que não tem impacto real na vida das populações. Falamos de língua, vivemos a história e a CPLP ficou uma instituição (..) grande, mas sem capacidade de produzir algo de diferente", afirmou o primeiro-ministro de Timor-Leste, país que assume em 2014 a liderança da organização internacional