Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

WikiLeaks: Primeiro-ministro da Suécia indignado com visão que Equador tem da Justiça sueca

Lusa

  • 333

Estocolmo, 18 ago (Lusa) - O chefe do Governo da Suécia, Fredrik Reinfeldt, indignou-se hoje com a visão que o Equador dá do sistema judiciário sueco, após a decisão de Quito de conceder asilo político ao fundador do WikiLeaks, Julian Assange.

"É naturalmente inaceitável", declarou o primeiro-ministro à agência noticiosa sueca TT.

Numa conferência de imprensa em Quito na quinta-feira, o ministro dos Negócios Estrangeiros equatoriano, Ricardo Patiño, anunciou que o seu país concedeu asilo político a Assange principalmente porque os direitos de defesa não são respeitados na Suécia.