Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

WikiLeaks: OEA solidária com Equador, mas com as reservas dos EUA e Canadá

Lusa

  • 333

Washington, 24 ago (Lusa) - A Organização dos Estados Americanos (OEA) aprovou hoje uma resolução de "solidariedade e apoio" ao Equador, perante o que o governo deste país definiu como "ameaças" do Reino Unido em entrar na sua embaixada em Londres.

A reunião de consulta de hoje da OEA acabou ao fim de mais de cinco horas de debate e de várias emendas ao texto da resolução, que defende a "inviolabilidade dos locais diplomáticos" no caso do fundador do portal WikiLeaks, Julian Assange, refugiado desde junho na embaixada equatoriana em Londres para evitar a sua extradição para a Suécia, onde é acusado de crimes sexuais.

Segundo a agência Efe, a resolução foi aprovada com as reservas dos Estados Unidos e do Canadá.