Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Wikileaks: Familiares de Bradley Manning receavam pena mais dura

Lusa

  • 333

Londres, 21 ago (Lusa) - Familiares de Bradley Manning, condenado a 35 anos de prisão por revelar documentos secretos ao portal Wikileaks, afirmaram hoje que esperavam uma pena mais dura para o ex-soldado, expulso por "desonra" ao exército norte-americano.

"É menos do que pensava, isso é bom", disse à emissora britânica BBC, Kevin Fox, tio de Manning, um norte-americano com ascendência galesa e que estudou no Reino Unido durante quatro anos.

Fox, irmão da mãe de Bradley Manning, disse que a família do ex-soldado esperava que a decisão do tribunal militar se aproximasse dos 60 anos pedidos pelo Ministério Público depois de Bradley Manning ter sido, em julho, declarado culpado de vinte dos vinte e dois crimes de que era acusado.