Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

WikiLeaks: Equador pede à Suécia recolha de declarações de Assange na sua embaixada em Londres

Lusa

  • 333

Quito, 30 jul (Lusa) - O Equador pediu à Suécia para recolher, na sua embaixada em Londres, o depoimento de Julian Assange, fundador do portal WikiLeaks, acusado pela justiça sueca de violação e agressão sexual, informou hoje fonte do governo equatoriano.

"O nosso embaixador na Suécia iniciou as diligências para pedir ao Estado sueco para que as declarações de Assange sejam recolhidas onde se encontra, ou seja, na Embaixada do Equador em Londres", afirmou em conferência de imprensa o ministro equatoriano dos Negócios Estrangeiros, Ricardo Patiño, citado pela agência AFP.

O chefe da diplomacia equatoriana falava ladeado pela mãe de Julian Assange, com quem esteve reunido, à porta fechada, durante duas horas.