Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

WikiLeaks: Argentina condena "ameaça" britânica ao Equador por dar asilo a Assange

Lusa

  • 333

Buenos Aires, 19 ago (Lusa) -- A Argentina expressou, no sábado, a sua solidariedade para com o Equador e condenou a "ameaça" por parte do governo britânico "de invadir a embaixada do Equador em Londres", onde se encontra o fundador do Wikileaks, Julian Assange.

Num comunicado, o ministério dos Negócios Estrangeiros sublinhou que o executivo de David Cameron tem a "obrigação de cumprir com a Convenção de Viena que define a inviolabilidade das representações diplomáticas".

A Argentina, que mantém um diferendo com o Reino Unido por causa da soberania das ilhas Malvinas/Falkland, a reação britânica "mostra mais uma vez a política do Reino Unido de ignorar as resoluções que são emanadas pelos organismos multilaterais assim como as normas e leis do direito internacional".