Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Volta a Portugal: Ninguém consegue esconder o mal-estar na Efapel-Glassdrive

Lusa

  • 333

Guarda, 17 ago (Lusa) -- O diretor desportivo da Efapel-Glassdrive rejeitou hoje a existência de problemas dentro da equipa, uma evidência que os ciclistas Rui Sousa, Hernâni Broco e Nuno Ribeiro não conseguiram negar.

Carlos Pereira deixou Rui Sousa passar a meta e ficou sentado no carro da Efapel-Glassdrive, janela fechada, cabeça recostada no banco e as lágrimas a escorrem por trás dos óculos escuros.

"Não sei por quanto perdi", disse em estado de choque, antes de assumir total responsabilidade pela derrota: "Não correu nada mal. Se perdemos, sou o único responsável. Os corredores deram o máximo, têm a minha admiração".