Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Vítor Gaspar pede debate sem "vulgaridade e baixeza política" após referências a vassalagem a Merkel

Lusa

  • 333

Lisboa, 06 nov (Lusa) - O ministro das Finanças afirmou hoje ser inaceitável e insultuoso a referência de alguns deputados a que o próprio e o Governo estariam a servir interesses estrangeiros e pediu um debate "sem entrar na vulgaridade e baixeza política".

"Confesso que não tinha a menor intenção de comentar esse aspeto, mas a repetição e insinuação de que o Governo e eu próprio estamos a defender uma estratégia ao serviço de interesses estrangeiros é inaceitável e insultuosa e julgo que é completamente inaceitável no funcionamento normal de uma comissão como a comissão de acompanhamento do programa de ajustamento e pedia aos senhores deputados para não vulgarizarem o nível de debate dessa maneira", afirmou.

Vítor Gaspar, que reagia a insinuações de alguns deputados da esquerda, garantiu que não existe qualquer submissão do Governo "a interesses que não sejam nacionais" e que o único interesse que o Governo serve é o "interesse público português", pedindo mais uma vez para que os deputados não vulgarizassem o debate.