Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Vítor Gaspar e 'troika' partilham responsabilidades no falhanço das previsões - Teodora Cardoso

Lusa

  • 333

Lisboa, 20 mar (Lusa) - A economista Teodora Cardoso considerou hoje que as responsabilidades pelo falhanço nas previsões económicas que estiveram na base do programa internacional de resgate a Portugal devem ser divididas entre o ministro das Finanças, Vítor Gaspar, e a 'troika'.

"Não é um problema só do ministro [das Finanças]. É dele e é da 'troika' [Comissão Europeia, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional]", afirmou aos jornalistas a responsável, à margem do Fórum das Políticas Públicas, organizado pelo pelo Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa (ISCTE), em Lisboa.

"Quando o programa foi feito, havia expectativas diferentes [sobre a evolução económica internacional e portuguesa], do nosso lado e da 'troika'. Pela nossa parte, acreditámos que cumprindo o programa, a situação iria ser de menor gravidade. Do lado da 'troika' houve otimismo. Olharam para o passado e não contaram que, devido ao enquadramento internacional, o choque fosse tão grande", opinou.