Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Vítimas australianas de abusos sexuais dentro da igreja festejam saída de Bento XVI

Lusa

  • 333

Sydney, Austrália, 12 fev (Lusa) - As vítimas australianas de abusos sexuais perpetrados no seio da igreja católica festejaram hoje o anúncio da renúncia de Bento XVI e acreditam que o próximo Papa acabe com estes delitos, revelaram órgãos de comunicação social locais.

"Saudamos a renúncia de um funcionário da igreja com um imenso poder e que fez muito pouco para deter o reino do terror criado por sacerdotes e outros religiosos violadores de crianças", afirmou Nick Davis, representante do grupo de vítimas de abusos por parte de elementos da igreja católica.

Para a organização, "Joseph Ratzinger contribuiu, pessoalmente, para aumentar o número de vítimas e aumentar exponencialmente o sofrimento daqueles que foram agredidos", acrescentou Davis num comunicado citado pela agência local AAP.