Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Violência na sociedade, desunião e indisciplina partidárias dominam discurso de Zuma na abertura na conferência do ANC

Lusa

  • 333

Bloemfontein, 16 dez (Lusa) - A violência prevalecente na sociedade sul-africana, a desunião e indisciplina partidárias dominaram o discurso do presidente Jacob Zuma na sessão de abertura da 53ª conferência nacional eleitoral do Congresso Nacional Africano (ANC).

"A um nível político, a tragédia de Marikana (a carga policial contra os mineiros grevistas que vitimou 34 em 16 de agosto) expôs os desafios que enfrentamos como organização no local de trabalho e nas comunidades", disse o presidente perante mais de 4 mil delegados reunidos em Mangaung (ex-Bloemfontein) que deverão eleger a liderança do ANC para os próximos 4 anos.

Para Zuma - um líder que não goza nesta conferência de consenso entre os delegados - o tiroteio de Marikana foi um sintoma da violência e intimidação que estão profundamente enraizadas na sociedade sul-africana.