Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Villas-Boas defende competência dos médicos do Tottenham no caso Lloris

Lusa

  • 333

Londres, 06 nov (Lusa) - O treinador do Tottenham, André Vilas-Boas, respondeu hoje, argumentando com a competência da sua equipa médica, às críticas de que foi alvo por deixar o guarda-redes Lloris continuar a jogar, após um choque que o deixou inanimado, frente ao Everton.

Segundo o técnico português, após o duro lance no jogo de domingo, em Goodison Park, o médico e o fisioterapeuta dos "Spurs" analisaram "conforme todos os protocolos" a condição do internacional francês e entenderam que podia continuar.

"Assumo, em absoluto, a decisão, alicerçada na decisão da equipa médica, que observou o jogador", disse Villas-Boas, visivelmente irado, que recordou, em conferência de imprensa, tratar-se dos mesmos especialistas que salvaram a vida a Fabrice Muamba, antigo médio do Bolton, que teve uma paragem cardíaca em White Hart Lane, há duas épocas.