Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Vice-presidente do PSD de Lúcia Lobato diz que prisão da ex-ministra "não foi uma surpresa"

Lusa

  • 333

Díli, 23 jan (Lusa) - O vice-presidente do Partido Social Democrata (PSD) de Timor-Leste, Mário Carrascalão, disse hoje que a prisão da antiga ministra da Justiça timorense, que ocupou também o cargo de vice-presidente daquele partido, não foi uma surpresa.

"É uma coisa que se estava à espera e para nós não foi uma surpresa. Surpresa foi ter demorado tanto tempo", afirmou à agência Lusa Mário Carrascalão.

A ex-ministra da Justiça de Timor-Leste Lúcia Lobato foi presa na terça-feira para cumprir a pena de cinco anos de prisão a que foi condenada por participação económica em negócios.