Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Vice-presidente da ANMP diz que depois do congresso "não pode continuar tudo como antes"

Lusa

  • 333

Melgaço, 02 out (Lusa) - O vice-presidente da Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP) Rui Solheiro afirmou hoje que "não pode continuar tudo como antes", depois dos acontecimentos no congresso de sábado, que serão analisados na quinta-feira em reunião do conselho diretivo.

"O congresso refletiu uma falta de sintonia dos autarcas do PSD com o sentimento geral dos autarcas portugueses. O resultado das votações demonstra-o e é preciso fazer uma leitura política disso. É verdade que não pode continuar tudo como antes", disse Rui Solheiro à agência Lusa.

A posição do autarca socialista de Melgaço surge na sequência do congresso da ANMP, que decorreu no sábado, em Santarém, e que ficou marcado por insultos e assobios, num ambiente de tensão entre autarcas de diferentes partidos, além de manifestações de repúdio pela forma como o presidente da mesa, Mário Almeida (PS), geriu os trabalhos.