Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Vereadora do Porto absolvida da acusação de fraude fiscal em negócios familiares

Lusa

  • 333

Vila Nova de Gaia, 10 jan (Lusa) - As Varas Mistas de Vila Nova de Gaia absolveram hoje Guilhermina Rego, vereadora da Câmara do Porto, num processo por fraude fiscal associada a empresas sucateiras do seu universo familiar.

Na acusação, o Ministério Público (MP) descrevia um clássico caso de faturas falsas, desenrolado entre 1999 e 2003, que incluiu transações intracomunitárias fictícias de sucatas e que terá lesado a Administração Fiscal em 4,8 milhões de euros.

Ainda segundo a acusação, para ludibriar o Fisco, os mentores do esquema constituíram empresas-fantasma, tituladas por pessoas indigentes.