Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Venezuela: Trabalhador alerta para fuga de gás antes de explosão em refinaria

Lusa

  • 333

Caracas, 27 ago (Lusa) - Uma das vítimas mortais da explosão de sábado numa refinaria venezuelana chegou a alertar para a existência de uma fuga de gás, que estaria a pôr em perigo a sua vida, numa mensagem hoje divulgada pelas redes sociais.

"Gás metano a 24 por cento, gás H2s (sulfureto de hidrogénio) a 4 por cento, estamos a morrer", foi a mensagem colocada por Rigoberto Colina Garcia, de 28 anos, na sua última atualização do perfil do Blackberry Messenger, na noite de sexta-feira, horas antes de ocorrer a explosão.

Segundo a imprensa venezuelana, Rigoberto Colina Garcia trabalhava com mais quatro companheiros (igualmente mortos)em Puramim, uma empresa especializada no engarrafamento e comercialização de lubrificantes industriais, situada dentro do Centro Refinador de Paraguaná, onde se encontra a refinaria que explodiu.