Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Venezuela: Pelo menos 7 dos 11 estabelecimentos destruídos pela explosão de refinaria são de portugueses

Lusa

  • 333

Caraca, 26 ago (Lusa) - São de portugueses pelo menos 7 dos 11 estabelecimentos comerciais que no último sábado ficaram destruídos na sequência de uma explosão na Refinaria de Amauy, em Paraguaná, no Estado venezuelano de Falcón, 450 quilómetros a leste de Caracas.

"São pelo menos 7 negócios (estabelecimentos) e da parte venezuelana há indicações de que a Pdvsa (petrolífera estatal) vai assumir os encargos pelas perdas e atenções", disse à Agência um comerciante lusitano radicado a pouco mais de dois quilómetros do sítio onde ocorreu a explosão.

Pedindo para não ser identificado por considerar que "não traria nenhum benefício", o mesmo comerciante explicou que a comunidade lusa local "é a principal afetada, em termos de negócios, e que alguns perderam o que tinham conseguido com esforço na vida".