Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Venezuela: Morreu comerciante madeirense sequestrado desde junho

Lusa

  • 333

Caracas, 02 ago (Lusa) - Um comerciante português de 51 anos, radicado em Caracas, morreu de um ferimento de bala disparada por um dos seus sequestradores, revela hoje a imprensa venezuelana.

A vítima, segundo fontes da comunidade portuguesa local, era natural da Ribeira Brava, Madeira, estava radicada na Venezuela há 33 anos e foi sequestrada a 20 de junho por vários indivíduos armados, em frente a um estabelecimento de venda de bebidas alcoólicas na localidade de San Agustín (centro de Caracas).

Os sequestradores obrigaram o comerciante a subir para uma viatura, efetuando posteriormente um contacto com os familiares, a quem exigiram o pagamento de um resgate, tendo sido acordado um valor inicial. O restante seria entregue no momento da libertação.