Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Venezuela: Justiça ordena embargo dos bens de canal de televisão crítico de Chávez

Lusa

  • 333

Caracas, 29 jun (Lusa) - O Supremo Tribunal de Justiça da Venezuela (TSJ) ordenou na quinta-feira o embargo dos bens do canal privado de televisão Globovisión, crítico do presidente Hugo Chávez, uma medida que poderá levar ao encerramento definitivo da estação.

Os bens em causa da Globovisión estão avaliados em 24,4 milhões de bolívares (4,5 milhões de euros), quase o triplo de multa de 1,7 milhões de euros, imposta em 2011 ao canal pela Comissão Nacional de Telecomunicações da Venezuela (Conatel)devido à cobertura de uma crise numa prisão e, segundo o diretor-geral daquele organismo, "pelo comportamento editorial e (o modo) como abordou e reiterou a notícia".

O embargo decorre do não pagamento da multa e tem lugar quando a Globovisión espera a decisão de um recuso de nulidade apresentado num tribunal contencioso, que avalia a legalidade dos atos do Estado e de um tribunal que, em março, ratificou a medida.