Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Vários serviços judiciais do Porto a partir de hoje num único edifício

Lusa

  • 333

Porto, 30 jul (Lusa) -- O Ministério da Justiça vai concentrar num único edifício, no Porto, vários serviços judiciais, permitindo uma poupança anual de 864 mil euros, avançou hoje à Lusa fonte ministerial.

O novo edifício, na rua Gonçalo Cristóvão/rua de Camões, n.º 139/297, vai permitir, segundo a fonte, reduzir a despesa pública com a rescisão de 12 contratos, o que, incluindo os custos com o novo contrato de arrendamento, representa uma poupança anual de 864 mil euros.

O Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP), os tribunais de Instrução Criminal (TIC) e de Execução de Penas, o Banco Nacional de Injunções, o Serviço Externo dos Juízes Cíveis e o Balcão Nacional de Arrendamento, antes dispersos por diferentes imóveis arrendados no Porto, ficam agora sediados num único espaço, possibilitando melhores condições de trabalho aos funcionários.