Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Uso de drogas para aliviar sofrimento aumenta devido à crise

Lusa

  • 333

Lisboa, 28 mai (Lusa) -- A crise financeira está a levar consumidores portugueses a usarem menos drogas recreativas e mais das que aliviam o sofrimento, como a heroína e o álcool, alertou hoje o presidente da agência europeia de informação sobre drogas.

"Aquilo que nos caracteriza, e a alguns dos países que enfrentam dificuldades semelhantes às nossas, é algum decréscimo nas substâncias mais associadas ao ambiente recreativo e algum recrudescimento do uso daquelas que estão mais ligadas ao alívio do sofrimento", afirmou João Goulão, em entrevista à agência Lusa.

Entre as drogas que voltaram a registar usos elevados estão a heroína e o álcool, substância que é, "tradicionalmente na nossa cultura, de fácil recurso e consumida com este objetivo [de aliviar o sofrimento]", avançou João Goulão, em declarações à Lusa, à margem da apresentação hoje do Relatório Europeu Sobre Drogas, em Lisboa.