Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Urgências hospitalares: Amarelos e laranjas aumentam, verdes diminuem

Lusa

  • 333

Lisboa, 10 fev (Lusa) - O número de casos mais graves que chegam às urgências dos dois maiores hospitais de Lisboa está a aumentar, enquanto diminuem os doentes considerados menos prioritários, uma tendência que se verifica desde o ano passado.

No Hospital de Santa Maria, mais de um em cada dez utentes que entram na urgência acabam por ficar internados, uma realidade que está a crescer, segundo os números de janeiro deste ano revelados à agência Lusa pela diretora do serviço, Margarida Lucas.

Segundo a responsável, apesar de terem diminuído os utentes nas urgências, aumentaram os casos que terminam em internamento, representando já 12 por cento dos doentes observados.