Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Universidade do Porto levou corte de 300 mil euros no último duodécimo sem aviso

Lusa

  • 333

Porto, 02 jul (Lusa) -- O reitor da Universidade do Porto (UP) revelou hoje que o Governo cortou 300 mil euros no último duodécimo sem pré-aviso e lamentOU que se tenha de trabalhar "sem rede" e sem informação sobre o Orçamento Retificativo.

"Estamos a trabalhar sem rede e sem conhecimento do que se vai passar", asseverou à Lusa Marques dos Santos, informando que a UP registou um corte de 300 mil euros no último duodécimo sem ter sido informada previamente.

Em entrevista à Lusa, à margem da abertura da Universidade Júnior, um projeto da UP que envolve mais de cinco mil alunos portugueses, o reitor revelou que desconhece que cortes vão ser efetuados ainda este ano letivo no âmbito do Orçamento de Estado Retificativo.