Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Universidade do Minho admite não ligar aquecimento no inverno por causa dos cortes do Estado - reitor

Lusa

  • 333

Braga, 24 out (Lusa) - A Universidade do Minho (UMinho) poderá ficar com o aquecimento desligado durante o inverno, devido ao corte "drástico" do financiamento do Estado, admitiu hoje à Lusa o reitor.

Segundo António Cunha, a UMinho vai receber em 2013 menos 4,5 milhões de euros do Estado, comparativamente a este ano, em que recebeu 48 milhões.

"Cortes drásticos exigem medidas drásticas e essa [desligar o aquecimento] poderá ser uma delas. Até porque, em 2013, a eletricidade vai ficar ainda mais cara", referiu.