Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Universidade de Évora com estudo pioneiro de acidentes rodoviários por colisão com javalis

Lusa

  • 333

Évora, 18 jan (Lusa) -- As estradas nacionais e regionais do distrito de Évora são as de maior risco, no Alentejo e Algarve, para acidentes rodoviários por colisão com javalis, indicam resultados preliminares de um estudo universitário pioneiro no país.

A investigação foi desenvolvida na Universidade de Évora e consistiu numa tese de mestrado em Biologia da Conservação, discutida este mês na academia alentejana e da autoria de Estrela Matilde, orientada pelos docentes Sara Santos e António Mira.

Este estudo "é completamente pioneiro" em Portugal, afiançou hoje à agência Lusa a investigadora, explicando que existem outros sobre atropelamentos de animais, mas centrados em espécies mais pequenas, em que os atropelamentos parecem contribuir para o declínio das suas populações. No caso dos javalis, continuou, as consequências "passam mais pela segurança dos condutores", porque as populações desta espécie "estão a crescer muito", sobretudo no Alentejo, onde têm "muito habitat por explorar e alimento".