Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Universidade de Aveiro estuda nova técnica de combate à erosão após incêndios

Lusa

  • 333

Aveiro, 31 jul (Lusa) - Uma equipa de investigação da Universidade de Aveiro (UA) está a estudar a aplicação de uma técnica para reduzir a erosão dos solos florestais onde ocorreram incêndios, anunciou hoje fonte universitária.

O método inovador, denominando "mulching" consiste na distribuição pelos solos consumidos pelo fogo de uma camada de restos florestais triturados, que a equipa científica crê poder reduzir, em mais de 40 por cento, a escorrência de águas nos terrenos ardidos.

"Com a vegetação e a manta morta da superfície dos terrenos transformados em cinzas o solo fica extremamente vulnerável à ação da erosão", explica Sérgio Alegre, investigador do Centro de Estudos do Ambiente e do Mar (CESAM) da UA, dando conta de que "há terrenos que chegam a perder várias dezenas de toneladas de solo por hectare, durante o primeiro ano, depois de um incêndio".