Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

União dos Sindicatos Independentes opõe-se à greve geral

Lusa

  • 333

Lisboa, 05 jun (Lusa) - A União dos Sindicatos Independentes (USI) considerou hoje que as medidas de austeridade implementadas em Portugal são "desasjustadas" da realidade nacional, mas entende que a presença da 'troika' é necessária, opondo-se à realização da greve geral.

O sindicato entende que as medidas da 'troika' (Banco Central Europeu, Comissão Europeia e Fundo Monetário Internacional) são "muito desajustadas da realidade portuguesa", mas manifestou-se "globalmente favorável à presença da 'troika' em Portugal".

Nesse sentido, o sindicato informou, em comunicado, que deseja "iniciar um diálogo social com os credores internacionais, no sentido de serem sensibilizados para a realidade nacional tornando menos doloroso o caminho para o ajustamento".