Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ulrich diz que programa da 'troika' não chega para o ajustamento do país

Lusa

  • 333

Lisboa, 06 nov (Lusa) - O presidente do Banco BPI, Fernando Ulrich, considerou hoje que falta abrangência e um prazo mais alargado ao programa da 'troika' para que o ajustamento da economia portuguesa em curso tenha sucesso.

"O programa da 'troika' não chega. É curto na sua dimensão e no tempo", afirmou o banqueiro num evento promovido pelo Diário Económico, em Lisboa.

Ulrich realçou que "é muito importante que a chanceler Merkel tenha falado de [um prazo de] cinco anos, até 2019", explicando que, além de o alargamento temporal do programa de ajustamento português, "reduzir as taxas de juros [pagas por Portugal pelo empréstimo internacional que recebeu] é bom".