Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ulrich destaca importância de Portugal conseguir um excedente primário em 2014

Lusa

  • 333

Lisboa, 30 out (Lusa) - O presidente do Banco BPI, Fernando Ulrich, considerou hoje fundamental que Portugal consiga atingir um excedente primário no próximo ano, como consta na proposta de Orçamento do Estado, realçando que será um sinal muito positivo para os credores internacionais.

"Não vou fazer comentários sobre o Orçamento do Estado para 2014. Apenas sublinho um ponto. Ao longo de muitos anos, e seguramente desde o ano 2000, até 2013, inclusive, o Estado português teve sempre um défice primário", lançou o banqueiro, numa conferência de imprensa em Lisboa.

Isto significa que "as receitas geradas pelo Estado português não têm sido suficientes para pagar as despesas, mesmo sem incluir os juros", sublinhou, acrescentando que o Orçamento do Estado para 2014 "prevê um ligeiro excedente primário em 2014".