Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

UGT reitera que retroatividade das pensões é inconstitucional

Lusa

  • 333

Lisboa, 10 mai (Lusa) -- O secretário-geral da UGT, Carlos Silva, reiterou hoje que a retroatividade das pensões de reforma é inconstitucional e prometeu tudo fazer junto dos órgãos de soberania para discutir esta matéria.

"Lamentamos, se for assim é lamentável. Espero que o Governo mais uma vez não se venha a confrontar com decisões que tenham a ver com constitucionalidade", declarou Carlos Silva aos jornalistas à margem de uma reunião com a Confederação do Comércio e Serviços (CCP), em Lisboa.

O secretário-geral da UGT reagia assim às declarações hoje proferidas pelo primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, durante o debate quinzenal na Assembleia da República, segundo as quais o sistema da Caixa Geral de Aposentações é insustentável, apontando como um problema a falta de convergência dos seus atuais pensionistas com a Segurança Social.