Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

UGT apela a Cavaco Silva para que trave austeridade

Lusa

  • 333

Lisboa, 22 mai (Lusa) -- A UGT apelou hoje ao Presidente da República, Cavaco Silva, para que intervenha junto do Governo no sentido de pôr termo à austeridade sob pena de avançar para uma greve geral.

"Colocámos claramente ao senhor Presidente da República a nossa disponibilidade para levar até às últimas consequências a nossa ação da negociação coletiva. Agora, se em cima da mesa se mantiverem, com intransigência, um conjunto de medidas que agravam a vida dos portugueses, não temos outra alternativa senão fazer aquilo que queríamos evitar que é conflitualidade social", disse o líder da UGT, Carlos Silva, após um encontro com Cavaco Silva, em Belém.

O sindicalista revelou aos jornalistas ter dito, "claramente", ao chefe de Estado que a alternativa, "naturalmente, prevê formas de luta de preferência em convergência com a CGTP ou outros movimentos de cidadãos".