Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

UE/Droga: Medidas de austeridade não afetaram programas em Portugal - João Goulão

Lusa

  • 333

Lisboa, 28 mai (Lusa) - O presidente da agência europeia de informação sobre droga garantiu hoje que as medidas de austeridade em Portugal não afetacaram os programas de intervenção, mas alertou para o crescimento de uma "adictofobia" entre a população.

"Houve uma discreta redução em Portugal, mas não houve cortes significativos. Ainda temos os mínimos olímpicos", afirmou hoje João Goulão, em Lisboa, durante a apresentação, em Lisboa, do relatório anual da agência europeia de monitorização do fenómeno da droga (EMCDDA -- Observatório Europeu da Droga e da Toxicodependência, OEDT, na antiga sigla em português), que marca as última tendências e evoluções do fenómeno da droga na União Europeia, Noruega, Croácia e Turquia.

"No essencial, temos condições para dar continuidade às intervenções que vinhamos fazendo", acrescentou.