Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

UE/Cimeira: Reconhecida necessidade de medidas de curto prazo mas sem alterar rumo -- Passos

Lusa

  • 333

Bruxelas, 15 set (Lusa) -- O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, afirmou hoje em Bruxelas que os líderes europeus reconhecem a necessidade de se encontrar respostas também a curto prazo para atenuar as consequências da crise, mas prosseguindo as reformas estruturais e disciplina orçamental.

Falando já de madrugada, depois da primeira sessão de trabalhos da cimeira de chefes de Estado e de Governo da União Europeia (UE), que prosseguirá de manhã, e de uma reunião dos líderes da zona euro que se realizou a seguir, Passos Coelho indicou que, em ambas as reuniões de quinta-feira, foi feito um balanço daquilo que tem sido todo o processo de combate à crise, tendo sido consensual que, em primeiro lugar, os países devem prosseguir os seus esforços.

Passos Coelho disse que o Conselho também reconheceu a necessidade de se "encontrar respostas não apenas de médio e longo prazo, mas também de curto prazo de combate ao desemprego" e para fazer face às consequências sociais da crise.