Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

UE tem que responder à austeridade nacional com políticas pró-ativas a favor do crescimento e emprego - Cavaco Silva

Lusa

  • 333

Madrid, 2 out (Lusa) -- A UE tem que abandonar a "política de meias medidas" e responder aos esforços nacionais de austeridade "que geram recessão económica" com políticas pró-ativas a favor do crescimento e emprego, defendeu hoje Cavaco Silva.

"Esta crise que nos desafia não será superada sem uma efetiva agenda europeia para o crescimento económico e para a criação de emprego", afirmou o Presidente da República em Madrid.

"Quanto mais pesa sobre os Estados a responsabilidade de executar políticas de austeridade que geram recessão económica e degradação social, mais a União Europeia tem a responsabilidade de promover políticas pró-ativas para relançar a economia, estimular o investimento e a competitividade e promover o emprego. É nosso dever exigir esta resposta da União Europeia", disse ainda.