Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

UE suspende maioria das sanções contra o Zimbabué, mas deixa Mugabe na lista

Lusa

  • 333

Bruxelas, 26 mar (Lusa) -- A União Europeia suspendeu o congelamento de bens e a proibição de vistos contra a maioria das empresas e cidadãos do Zimbabué depois do recente referendo "credível", mas o Presidente Robert Mugabe e outros indivíduos permanecem na lista negra.

A União Europeia anunciou na segunda-feira que iria imediatamente suspender as medidas "contra 81 pessoas e oito entidades", elogiando o povo do Zimbabué pela "votação pacífica, bem-sucedida e credível" para aprovar a nova Constituição a 16 de março.

Os Estados Unidos disseram que iriam esperar para ver antes de decidir se vão ou não seguir o exemplo.