Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

UE e Banco Mundial assinam acordo com Nicarágua para melhorar qualidade de ensino

Lusa

  • 333

Manágua, 25 set (Lusa) -- A União Europeia (UE) e o Banco Mundial (BM) assinaram, na terça-feira, com o Governo de Nicarágua um acordo de subvenção de 63 milhões de euros para apoiar a política e estratégias educativas daquele país da América Central.

O acordo foi firmado pelo ministro da Fazenda e Crédito Público da Nicarágua, Iván Acosta; pelo chefe da delegação da UE para a Nicarágua, Costa Rica, Panamá e no no Sistema de Integração da América Central (Sica), Francisco Javier Sandomingo, e pela representante do BM em Manágua, Camilla Naumah.

A ministra da Educação, Miriam Ráudez, que participou da cerimónia na qualidade de testemunha de honra, explicou, durante o seu discurso, que os fundos serão destinados ao Plano Estratégico de Educação 2011-2015, agradecendo à UE e ao BM pelo apoio.