Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

UE acaba com exceções à proibição da remoção de barbatanas de tubarão

Lusa

  • 333

Bruxelas, 06 jun (Lusa) -- O Conselho da União Europeia (UE) adotou hoje um regulamento que acaba com as exceções que permitem cortar barbatanas de tubarões nos navios, de que beneficiam as frotas portuguesa e espanhola, com o voto contra de Portugal.

A prática de 'finning' - que consiste em aproveitar as barbatanas dos tubarões e rejeitar as restantes partes, que são atiradas ao mar - é proibida na UE desde 2003, mas a legislação em vigor permite algumas exceções.

O texto adotado hoje pelos 27 acaba com as exceções, afetando as frotas portuguesa e espanhola, as únicas que delas beneficiam.