Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Turquia pede à ONU que acabe com agressão síria

Lusa

  • 333

Nações Unidas, Nova Iorque, 04 set (Lusa) -- A Turquia levou o incidente fronteiriço com a Síria, que causou a morte de cinco civis turcos, ao Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU), qualificando-o de "ato de agressão", noticia a AFP.

Em carta do seu embaixador na ONU, Ertugul Apakan, dirigida ao secretário-geral da organização, Ban Ki-moon, e ao embaixador da Guatemala, Gert Rosenthal, cujo país preside ao Conselho de Segurança em outubro, o governo de Ancara qualifica o incidente de "ato de agressão da Síria contra a Turquia".

No documento, do qual a agência noticiosa obteve uma cópia, a Turquia pede ao Conselho de Segurança que "tome as medidas necessárias para acabar com tais atos de agressão e garantir que a Síria respeita a soberania, a integridade territorial e a segurança da Turquia".