Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Turismo do Alentejo quer candidatar à UNESCO cinco bens imateriais ligados à identidade da região

Lusa

  • 333

Redação, 27 out (Lusa) -- A arte chocalheira das Alcáçovas, os tapetes de Arraiolos, a tapeçaria de Portalegre, as festas do povo de Campo Maior e as jangadas de São Torpes são expressões culturais que a Turismo do Alentejo quer ver classificadas pela UNESCO.

O presidente da Entidade Regional de Turismo (ERT) do Alentejo, António Ceia da Silva, lembrou hoje à agência Lusa que, em relação à região, já estão a decorrer os processos respeitantes às candidaturas do montado e do cante alentejano.

Mas, realçou, a par deste trabalho, a Turismo do Alentejo tem "um projeto mais vasto" para promover a candidatura de "um conjunto de bens imateriais" junto da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO).