Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Tuaregues negros do Mali reclamam criminalização da escravatura

Lusa

  • 333

Bamako, Mali, 25 mar (Lusa) -- Representantes dos tuaregues negros do Mali exigiram ao Governo uma lei que criminalize a escravatura, fenómeno que persiste sobretudo no norte do país, onde está a ser desencandeada uma operação militar franco-africana contra grupos islamitas armados.

"Pedimos ao Governo do Mali que adote rapidamente uma lei criminalizadora da escravatura, uma vez que os nossos familiares são todos os dias vítimas no norte do Mali", afirmou Ibrahim Ag Idbaltanat, presidente da associação Temedt ("relacionamento" na língua tuaregue), em conferência de imprensa, refere hoje a agência noticiosa AFP.

De acordo com os organizadores do encontro, que contou com defensores dos direitos humanos e diplomatas, a escravatura persiste nas comunidades tuaregues.