Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Triplo homicida em elevador de Queluz condenado a 25 anos de prisão

Lusa

  • 333

Sintra, 04 nov (Lusa) - O Tribunal de Sintra condenou hoje o autor de um triplo homicídio num elevador em Queluz a 25 anos de prisão e ao pagamento de mais de dois milhões de euros em indemnizações.

O crime, ocorrido a 13 de agosto de 2012, provocou a morte de duas mulheres, mãe e filha (cunhada e sobrinha do arguido), de 70 e 34 anos, e de um segurança, de 34 anos, contratado por uma das mulheres, que alegadamente já tinha sido ameaçada de morte pelo suspeito. As três vítimas morreram queimadas.

Durante a leitura do acórdão, o presidente do coletivo de juízes considerou que o arguido planeou os crimes e que agiu com intenção de matar, ao contrário do que alegou a defesa durante o julgamento, referindo que se tratou de um acidente, uma vez que Francisco Ribeiro apenas pretendia assustar as vítimas.