Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Trinta trabalhadores da construção vão ficar desempregados na Graciosa este mês

Lusa

  • 333

Santa Cruz da Graciosa, 09 abr (Lusa) -- Mais 30 trabalhadores da construção civil ficarão desempregados na Graciosa até ao final de abril, alertou o presidente do Conselho de Ilha, que pediu ajuda ao Governo Regional para desbloquear junto da banca financiamento para a adega cooperativa.

Carlos Brum falava aos jornalistas em Santa Cruz da Graciosa, na segunda-feira à noite, no final de uma reunião do Conselho de Ilha com o Governo dos Açores.

Segundo Carlos Brum, a construção civil na ilha está parada e até ao final deste mês, cerca de 30 pessoas que trabalham no setor irão para o desemprego, sublinhando que é um número que tem impacto na Graciosa, onde vivem menos de quatro mil pessoas.