Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Tribunal venezuelano ordenou detenção do homem que interrompeu discurso de Maduro

Lusa

  • 333

Caracas, 21 abr (Lusa) -- Um tribunal de Caracas ordenou no sábado a detenção do homem que interrompeu o discurso de tomada de posse do novo Presidente venezuelano, Nicolás Maduro, por alegada "ofensa agravada contra o chefe do Governo", informou o Ministério Público.

O tribunal decretou a detenção numa prisão do Estado de Falcón de Yendri Sánchez González, de 28 anos, acusado do "delito de ofensa agravada contra o chefe do Governo", refere um comunicado do Ministério Público venezuelano.

Maduro tomou posse como Presidente da Venezuela na sexta-feira numa cerimónia em que estiveram presentes 17 chefes de Estado e de Governo.