Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Tribunal ordena remoção de quatro aerogeradores em Torres Vedras por causa do ruído

Lusa

  • 333

Torres Vedras, 04 jun (Lusa) - O Supremo Tribunal de Justiça condenou a empresa responsável por um parque eólico implantado em Torres Vedras a remover quatro dos 13 aerogeradores, após os proprietários de uma quinta situada nas imediações se terem queixado do excesso de ruído.

Por acórdão a que a agência Lusa hoje teve acesso, aquele tribunal condenou ainda a empresa a pagar uma indemnização de 30 mil euros aos proprietários da quinta.

A queixa em tribunal foi interposta por um cavaleiro tauromáquico, que considerou que o parque eólico de S. Julião, em Torres Vedras, em funcionamento desde novembro de 2006, pôs em causa o bem-estar e a saúde da sua família, que vivia numa quinta nas proximidades de Vila Seca.