Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Tribunal julga providência que visa a integração de 22 trabalhadores na Câmara do Funchal

Lusa

  • 333

Funchal, 17 abr (Lusa) -- O Tribunal do Trabalho do Funchal começou hoje a julgar a providência cautelar interposta pela empresa SEP e pelos 22 funcionários que trabalhavam nos parques de estacionamento cobertos da cidade, que passaram a ser geridos pela Câmara.

A providência cautelar, intentada a 26 de março, depois de o município ter recusado ficar com os 22 funcionários afetos à Sociedade de Exploração de Parques de Estacionamento (SEP), pretende a integração daqueles nos quadros da autarquia.

A SEP entende que os funcionários devem seguir com o negócio, enquanto a Câmara alega não ter qualquer responsabilidade com estes, pelo que não devem ingressar no município.