Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Tribunal egípcio confirma penas de morte pelo massacre num estádio de futebol

Lusa

  • 333

Cairo, 09 mar (Lusa) -- Um tribunal penal egípcio confirmou hoje as penas de morte para 21 das 73 pessoas acusadas pelo massacre ocorrido no ano passado num estádio, onde morreram 74 pessoas durante confrontos entre adeptos de dois clubes de futebol rivais.

Para os restantes acusados, o tribunal emitiu penas que vão de um ano de prisão à prisão perpétua e fez algumas absolvições.

Em fevereiro de 2012, 74 pessoas morreram e 254 ficaram feridas nos confrontos no estádio de Port Said entre seguidores do clube local - Al Masry - e do clube Al Ahly, o mais popular do país e treinado na altura pelo português Manuel José.