Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Tribunal de Ponta Delgada condena taxista que matou a mulher a 20 anos de prisão

Lusa

  • 333

Ponta Delgada, 29 abr (Lusa) - O Tribunal de Ponta Delgada condenou hoje a 20 anos de prisão o taxista de 47 anos acusado de matar a mulher em fevereiro do ano passado e de lançar o corpo na Lagoa do Fogo, em São Miguel.

O arguido foi condenado a 18 anos pelo crime de homicídio qualificado, a três anos e quatro meses pelo crime de violência doméstica e a oito meses de prisão pelo crime de ameaça agravada, numa pena única fixada em 20 anos de prisão.

Em tribunal ficou provado que a vítima foi morta em casa, com uma agressão na cabeça provocada por um objeto contundente, e depois transportada já cadáver para a zona do Pico da Barrosa, na Lagoa do Fogo, local onde foi encontrada quatro meses depois já em avançado estado de decomposição.